sábado, agosto 19, 2006






A Garça-Real (Ardea Cinerea) já é uma presença em Santo Tirso à alguns anos, ainda muito poucas mas tem sido observadas por várias pessoas nas margens do Ave.
Claro que o rio ainda não tem as condições ideais para a expansão desta espécie.

4 comentários:

Ricardo disse...

Parabéns pela iniciativa! Pode ser que um dia possamos tomar banho no Rio Ave, aqui em Santo Tirso, tal como faziam os nossos pais e avós. Em toda a Europa existem rios despoluídos que atravessam zonas muito mais industrializadas do que o nosso Vale do Ave. Seremos nós europeus de segunda?

Ricardo disse...

Parabéns pela iniciativa! Pode ser que um dia possamos tomar banho no Rio Ave aqui em Santo Tirso, tal como faziam os nossos pais e avós. Em toda a Europa existem rios despoluídos que atravessam zonas muito mais industrializadas do que o nosso Vale do Ave. Seremos nós europeus "de segunda"?

Ricardo disse...

Parabéns pela iniciativa! Pode ser que um dia possamos tomar banho no Rio Ave aqui em Santo Tirso, tal como faziam os nossos pais e avós. Em toda a Europa existem rios despoluídos que atravessam zonas muito mais industrializadas do que o nosso Vale do Ave. Seremos nós europeus "de segunda"?

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa! Pode ser que um dia possamos tomar banho no Rio Ave aqui em Santo Tirso, tal como faziam os nossos pais e avós. Em toda a Europa existem rios despoluídos que atravessam zonas muito mais industrializadas do que o nosso Vale do Ave. Seremos nós europeus "de segunda"?